• Elaboração de um Plano de Formação em Bioenergia para contribuir para a profissionalização em áreas rurais no setor de bioenergia.
  • Desenvolver o guia metodológico e outros recursos práticos formativos que contribuam para o desenvolvimento profissional de formadores / professores / tutores e melhorem o acesso à formação e às qualificações para todos.
  • Desenvolvimento da competência transversal do “ESPECIALISTA EM BIOENERGIA PARA O SETOR AGRO-ALIMENTAR” (para seu possível reconhecimento e validação futura no Quadro Europeu de Qualificações ou nos países participantes).
  • Promover metodologias pedagógicas inovadoras (aprendizagem baseada em projetos e aprendizagem baseada no trabalho, entre outras) como uma receita bem-sucedida para uma transição satisfatória para o mercado de trabalho.
  • Promover a cooperação entre os centros de formação e os Grupos de Ação Local, associações de desenvolvimento rural, Sindicatos de Agricultores, Associações para a valorização da biomassa, etc., com o objetivo de oferecer oportunidades de formação às comunidades locais e facilitar o desenvolvimento da economia rural.